Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Um caminho necessário para a Paz

Um caminho necessário para a Paz

”O movimento da Reforma cria a base de uma nova religiosidade, o protestantismo. Vários discursos são criados a partir de uma base única, ou seja, Deus age em favor do homem e de sua salvação pelo envio de seu Filho, Jesus Cristo, para ser o Salvador da humanidade. O homem tinha de corresponder à ação de Deus pela fé em Cristo, e só pela fé. Isto é, tinha de colocar sua vida, em entrega livre e voluntária, sob a supremacia de Jesus. A Bíblia contém as informações para guiar e conduzir o cristão. Ela é entendida como agência mediadora da autoridade de Deus. Essas duas crenças, usualmente mencionadas como “justificação pela fé” e “Escrituras como regra de fé e prática”, eram a estrutura fundamental do protestantismo. O homem, em sua liberdade, tinha de renunciar a toda crença na autoridade externa, fosse ela estabelecida na tradição ou história, ou elaborada pela mente ou pelo espírito de cada um; tinha de crer unicamente em Cristo” (DUNSTAN, 1964, p. 62).

Dentro desta perspectiva, nos debruçamos sob os aspectos que nos faz refletir sobre o tema proposto “Reforma: um caminho necessário para a paz”. Há um movimento em uma época da história, que busca conduzir o pensamento e as ações para o conhecimento da palavra de Deus na sua essência e faz sentido no momento em que compreendemos o reformismo, fazendo diferença na vida das pessoas que estavam vivendo sob um domínio politico/religioso opressor. O caminho inverso é feito, do conhecimento libertador. Liberdade que conduz à paz, que deve ser a essência do viver e agir do ser humano.

Em meio a esta temática, podemos considerar possível afirmar que mesmo que o mundo ao nosso redor esteja tumultuado, podemos receber a bênção da paz. Permaneceremos a desfrutar dela enquanto formos fiéis ao testemunho do evangelho e crermos que o Pai Celestial e Jesus Cristo nos amam e cuidam de nós. Podemos ser uma influência pacificadora em nossa família, na comunidade, na escola e no mundo. Trabalhamos em favor da paz quando guardamos os mandamentos, prestamos serviços, atendemos os membros da família, o próximo e propagamos o evangelho. Fazemos a diferença, quando reconhecemos que Deus transforma nossas vidas e nos concede Sua paz e nos ensina que é preciso amar o próximo, cuidando, alimentando, ensinando, mostrando o verdadeiro caminho a seguir. Jesus nos afirma: “eu sou o caminho, a verdade e a vida. Eu sou o pão da vida, sou a luz para o caminho, sou o alfa e o ômega. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14.6; João 6.35a; João 12.46a; Apocalipse 22.13a).

Cremos na ação do Espirito Santo, transformadora e renovadora de vidas que nos conduz à paz verdadeira.

No amor de Cristo que nos une e capacita.

Profª Claudia Maria Fróes de Toledo
Orientação Educacional - Colégio Metodista em São Bernardo do Campo

 

Referência Bibliográfica:

Revista de Educação do Cogeime – Ano 19 – n. 37 – julho/dezembro 2010. A Reforma Protestante e a educação The Protestant Reform and education. Autor: Pastor Ismael Forte Valentin.