Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Escola de Música completa 66 anos com concerto especial

Escola de Música completa 66 anos com concerto especial

Escola de Música completa 66 anos com concerto especial

Considerada patrimônio cultural brasileiro no cenário musical, a Escola de Música de Piracicaba "Maestro Ernst Mahle" completa 66 anos nessa próxima quinta-feira, dia 14. Para celebrar a data e a história da instituição, será promovido um concerto comemorativo especial. Nele, serão apresentadas obras de Brahms, Mahle e do folclore de vários países, executadas por docentes e ex-docentes da Empem.

Os convites para o evento são gratuitos e podem ser retirados na secretaria da escola ou no dia do concerto, uma hora antes do início da apresentação.

Programa – A primeira parte do programa é composta por peças de Ernst Mahle como “Toccata” para piano a quatro mãos, executadas por Suelem Almeida e Eliana Asano; “Cinco canções portuguesas” para violão e piano, executadas por Gerelmáger Gonçalves (violão) e Cidinha Mahle (piano); “Trem de ferro”, obra dedicada à pianista e professora Cecília Bellato, executada pela própria professora. Além delas, a peça “Nayá” do compositor W. Henrique e Mahle será interpretada pela soprano Graziele Tinós e acompanhada ao piano por Cidinha Mahle. Na sequência, haverá apresentação do harpista e professor Jonathan Faganello, que irá executar as peças “Greensleaves” (canção inglesa do século 16) e Sonatina nº 2 de F. Nardeman. A primeira parte será encerrada com a pianista Cecília Bellato que irá executar a peça de J. Brahms “Ballade op. 118 nº3”.

Já a segunda parte do evento terá a apresentação do Coro de Câmara de Piracicaba que apresentará canções de distintos estados brasileiros, da obra “Viajando pelo Brasil” com arranjos e regência de Ernst Mahle e Eliana Asano ao piano.

Histórico – A Escola de Música de Piracicaba foi fundada no dia 9 de março de 1953, por H. J. Koellreutter, Ernst Mahle e por pessoas ligadas ao meio artístico piracicabano, como D. Livica d Dr. Nelson Meirelles, presidente da Sociedade de Cultura Artística; D. Zoraide e prof. Archimedes Dutra; D. Aneliese e Dr. Frederico Brieger, Dr. Fortunato Losso Netto, a pianista e professora Maria Dirce A. Camargo e sua discípula Maria Apparecida Romero Pinto, a nova escola reuniu logo um grande número de alunos, de vários instrumentos, especialmente de violino.

Denominada inicialmente como “Escola Livre de Música Pró-Arte”, devido a suas ligações com a Pró-Arte do Brasil, conservou este nome inicial até o ano de 1961, quando, para obter o reconhecimento de seu curso de técnico em música, pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e melhor atender às exigências legais referentes à certificação oficial de diplomas, teve seu nome alterado para "Escola de Música de Piracicaba" (EMP).

No ano de 1998, foi incorporada pelo IEP (Instituto Educacional Piracicabano da Igreja Metodista), e recebeu a denominação de Escola de Música de Piracicaba "Maestro Ernst Mahle" (Empem), em homenagem ao maestro e compositor que, desde a sua fundação, ocupou o cargo de diretor artístico e responsável pelo desenvolvimento da proposta artística que orienta as atividades da escola. Com corpo docente qualificado, a Empem possui ampla área construída. A sua infraestrutura inclui dois prédios que contam com salas de aulas, salas de concertos, instrumentos e uma diversificada musicoteca, com reúne cerca de 17 mil partituras e é considerada uma das mais completas do Brasil.

 ANOTE – Concerto comemorativo aos 66 anos da Escola de Música de Piracicaba “Maestro Ernst Mahle”. Dia 14 de março (quinta-feira), a partir das 19h30, na Sala Dr. Mahle da Empem (rua Santa Cruz, 1.155, bairro Alto, Piracicaba). Entrada gratuita. Informações pelos fones: (19) 3422-2464 e (19) 3422-6270.

 

Texto: Assessoria de Comunicação e Marketing
Imagens: acervo Empem
Última atualização: 13/03/2019