Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Natal

Natal

por fernanda.kian publicado 22/12/2020 14h19, última modificação 22/12/2020 14h19
Natal

“Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lucas 1:37)

Duas palavras resumem o sentido do Natal: “o improvável e o incongruente”. O anúncio do anjo Gabriel, informando a Maria que ficaria grávida do Espírito Santo é o início de vários relatos que apontam “o improvável” de Deus que, por sinal, é diferente do acaso.

Na condição de seres humanos, ficamos satisfeitos quando o que esperamos ocorre conforme o planejado. Quando as coisas não se encaixam, a vida parece hostil e insegura.

Os Evangelhos relatam a gravidez de Maria, a decisão de José, o nascimento de Jesus, a visita dos pastores, o encontro com os magos do Oriente, e tudo parece “improvável ou incongruente”. Mas o improvável de Deus é baseado nas profecias do Antigo Testamento e, conforme os evangelistas, é a confirmação da palavra dos profetas.

Por isso, o tempo de Natal é também um tempo de refletir sobre nossa vida e, especialmente, sobre nosso cotidiano. Muitas situações vivenciadas neste ano foram inesperadas, fora dos planos e até mesmo tristes. Porém, a história do Natal nos ensina que o amor de Deus pela humanidade nos ajuda a entender e superar todas as situações excepcionais.

Natal é a memória do nascimento de Jesus Cristo, filho de Deus, entre nós. Portanto, o Natal é tempo de celebrar a fé, a esperança e o amor. O símbolo marcante do Natal é a luz (estrela) que brilha nas trevas, sinalizando um novo tempo para toda a humanidade.

Por isso, reflita sobre “o improvável e o incongruente” da sua vida, à luz da história do Natal, e experimente a manifestação do milagre de Deus. Deus te abençoe.
Feliz Natal para você e toda família.

Wesley Cardoso Teixeira
PASTORAL ESCOLAR