Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Feira de Ciências despertou a criatividade dos estudantes centenaristas

Feira de Ciências despertou a criatividade dos estudantes centenaristas

Um gerador de energia feito de latas, um braço hidráulico que se move a partir da pressão produzida por seringas, água que conduz eletricidade e uma serpente de faraó, são apenas alguns dos 42 experimentos apresentados na Feira de Ciências do Colégio Centenário. A atividade foi realizada no sábado, dia 27 de outubro.

Os estudantes do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio realizaram uma exposição no ginásio da instituição e apresentaram os trabalhos desenvolvidos nas aulas de Ciências e de Biologia. A Feira foi aberta à comunidade escolar e contou com a visita de pais, amigos e familiares dos alunos, além dos professores que realizaram a avaliação dos projetos.

              

Márcia Zimmermann é mãe do estudante do 7º ano, João Pedro Zimmermann. Para ela a Feira de Ciências é uma oportunidade para que os alunos se interessem ainda mais pelos estudos e aprendam a teoria de uma maneira divertida e prática. “O que eu mais admiro na Feira é que tudo aqui é feito por eles mesmos, que sem a ajuda dos pais produzem os trabalhos sozinhos e impressionam pela criatividade e autonomia”, declara.

             

Elizandra Mello, é mãe do Arthur Da Hora, aluno do 5º ano do Ensino Fundamental e compartilha da mesma opinião. “Eu acho que a Feira de Ciências é muito interessante porque permitiu que o meu filho desenvolvesse todos os métodos estudados em sala de aula. Esta é uma experiência para os alunos fazerem um projeto com as próprias mãos, em união com outros colegas”, ressalta Elizandra.

A professora de Ciências e Biologia do Colégio Centenário, Letícia Tridico Marques explica que, para a Feira de Ciências, os estudantes receberam a tarefa de desenvolverem um experimento a partir do conteúdo estudado em sala de aula ao longo ano. Em grupos, duplas, trios ou individualmente, eles tiveram cerca de dois meses para elaborarem o trabalho, desde a pesquisa, a organização e o treinamento da apresentação para o dia da Feira.

Durante a exposição, cada grupo recebeu a avaliação de dois professores orientadores, que deram uma nota de até dois pontos pelo trabalho. A nota será acrescentada na média do aluno na disciplina de Ciências, para o Ensino Fundamental, e de Biologia para o Ensino Médio.

           

As alunas Mariana Rodrigues, Laura Sena, Manuelle da Silva, Clarissa Kmohan e Gabriela Colares, da turma do 5º ano do Ensino Fundamental, realizaram um trabalho sobre energia de recursos naturais. Com uma latinha de água fria e outra latinha de água quente, uma placa peltier, pasta térmica e um motor de drive de DVD, as alunas apresentaram um gerador de energia. Segundo elas, o intuito do trabalho é demonstrar um exemplo de energia natural produzida com água parada, ao contrário de uma usina hidrelétrica que gera energia a partir da queda da água, por exemplo.

                                                            

Valentina Barbosa é estudante do 9º ano do Ensino Fundamental e, junto com os colegas do seu grupo, realizou um experimento de física que produzia eletrecidade. Ela considera que um dos aspectos mais interessantes promovidos pela Feira é a união dos alunos em um ambiente de interação e inovação. “Como eu fiz o trabalho em grupo, a feira me permitiu interagir mais com os colegas e ter um contato maior com a matéria. Eu acho muito legal essa oportunidade que nos dão de estar aqui, pois é um momento importante para adquirirmos mais conhecimento teórico e também prático sobre várias áreas da física da química e da biologia”, considera a estudante.

             

Segundo a Coordenadora Pedagógica das séries iniciais do Colégio Centenário, Amanda Cezar, a Feira de Ciência é planejada justamente para proporcionar esta interação entre a comunidade escolar, tanto dos estudantes do Ensino Fundamental com o do Ensino Médio, quanto das famílias com a produção dos trabalhos de seus filhos. Ela também explica que a dinâmica da Feira de Ciências foi planejada para o 5º ano interagir com o Ensino Fundamental II, visto que a turma ingressará nos anos finais do Ensino Fundamental em 2019. “É um momento para eles vivenciarem a dinâmica de uma Feira de Ciências e terem contato com os projetos das séries mais avançadas”, afirma Amanda.

Para a Coordenadora Pedagógica dos anos finais da escola, Miriam Rossa, esta edição da Feira de Ciências superou as expectativas, pois muitos estudantes se demonstraram engajados com a inovação e a conscientização da sustentabilidade. “O objetivo da Feira é instigar a curiosidade dos estudantes através da pesquisa. E foi isso que aconteceu, os alunos se demonstraram realmente preparados, com propostas inovadoras e domínio do conteúdo. Já os pais puderam ver o esforço e o talento dos filhos colocado nos trabalhos”, observa a professora.

Clique aqui para conferir as fotos postadas no álbum da Página do Facebook do Colégio Centenário.

Assessoria de Imprensa