Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Estudantes do Ensino Fundamental II participam de bate papo em prevenção ao Bullying e em valorização à vida

Estudantes do Ensino Fundamental II participam de bate papo em prevenção ao Bullying e em valorização à vida

Os estudantes do 6º ao 9º ano realizaram uma atividade sobre o Bullying e o diálogo como valorização à vida. A atividade ocorreu durante a disciplina de Tutoria e foi proposta pela Orientadora Educacional do Colégio, Suélen Ilha, que realizou um bate papo com os estudantes no intuito de fortalecer um espaço de diálogo, reflexão e aconselhamentos como prevenção de fatalidades que são desencadeadas a partir dos problemas que tangem a adolescência, tanto dentro quanto fora do ambiente escolar.

               

Todo o mês, a Orientadora Educacional, junto aos professores tutores da escola realiza uma atividade na disciplina de Tutoria. No mês de abril, foi feita uma conversa com os estudantes sobre o respeito com o próximo como prevenção do Bullying. Em maio, o bate papo aconteceu em reforço a prevenção do Bullying, mas desta vez, com enfoque para a importância do diálogo como valorização à vida. “Há muitos casos de crianças e adolescentes que buscam amparo para seus problemas de maneiras que podem não ser as melhores alternativas. O intuito da ação é fazer com que os alunos entendam a importância de conversarem com os adultos sobre os seus problemas, dúvidas e dificuldades. Queremos que eles se sintam amparados e saibam que estamos dispostos a ajuda-los por meio do diálogo e da orientação”, salienta.

               

                                                                   

Durante o bate papo com a orientadora, os estudantes sugeriram temas que gostariam de trabalhar durante a disciplina de Tutoria. “Eles deveriam propor temas que fossem do interesse deles, como assuntos que tenham vontade de conversar com um adulto, mas não conversam por falta de oportunidade ou até mesmo vergonha”, explica. Além do mais, ao longo da conversa, a orientadora realizou perguntas de Anamnese aos estudantes como: “Como você se sente hoje?” e “Como você se sente em relação a turma?”, entre outras. Cada aluno tinha de responder às perguntas de forma escrita com a opção de se identificar ou ficar em anônimo. Suélen ainda esclarece que anamnese funciona como um questionário em que um dos objetivos é fazer um levantamento para diagnosticar os problemas enfrentados por uma pessoa. No caso da atividade, o objetivo é reconhecer as perturbações dos alunos de cada turma para no mês de junho trabalhar diretamente com cada um.  

#TodosContraoBullying #TodosaFavordaVida #TodosaFavordoRespeito 

 

Assessoria de Imprensa