Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Pensando sobre o Natal...

Pensando sobre o Natal...

Pensando sobre o Natal...

Natal para os cristãos é um tempo de renovo da esperança, nos recorda que o homem não está fadado a mesmice neste mundo: Deus entrou na sua história de maneira surpreendente, tornando-se próximo de todo homem, estendendo a mão para erguer os caídos, curar os enfermos, libertar pobres e oprimidos e trazer luz e consolo aos aflitos, já afirmava o profeta.

Ao afirmar que o Filho de Deus se fez humano e passou a viver entre os homens, a fé dos cristãos refere-se a algo inaudito: é possível isso? Desde o início, os cristãos estavam conscientes de que anunciariam "uma grande novidade", conforme uma bela expressão do evangelho; uma boa nova, mas também algo que chocaria a razão humana. Nossa fé nos faz crer e anunciar que: "A Palavra de Deus se fez carne e habitou no meio de nós. E nós vimos a sua glória, que era glória do Filho único do Pai" (João, 1.9-14). Esta referência é clara e óbvia sobre Jesus Cristo.

Esta base de fé, este credo tem sido tão forte que tem marcado a história humana no passar dos séculos.

No Natal, os cristãos comemoram a maravilha das maravilhas: em Jesus Cristo, Deus tornou-se próximo de todos(as), tão próximo que se fez um deles. Falou-lhes humanamente; com coração humano, mostrou compaixão e misericórdia para com os que, na sua ignorante soberba, são invisíveis e com certeza podem ser descartados. Todo divino, todo humano, a todos estendeu a mão para resgatá-los de toda alienação.

O divino e o humano podem estar tão próximos, mais do que imaginamos! O Amor de Deus faz e fará tantas maravilhas. Com certeza vamos nos surpreender um dia.

Deus é surpreendente e, bem por isso, também é a fonte da esperança, uma vez que nem tudo depende só de nós; se viesse a ser realidade apenas aquilo que nós somos capazes de suscitar, não haveria esperança de superação dos nossos limites. Natal é renovo!

Fica aqui minha palavra pastoral para que possamos desenvolver nossa fé com tremor e temor e que a mensagem do Natal encontre guarida em nossa vida para que possamos ser pessoas melhores, mais flexíveis, compreensivas, justas, honestas, amorosas e cheias de fé.

Pastor Roberval Trindade
Pastoral Universitária IPA
Porto Alegre – RS

registrado em: