Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Dia do Índio - 2020

Dia do Índio - 2020

Dia do Índio - 2020

“Assim, permaneçam agora estes três, a fé, a esperança e o amor.
O maior deles, porém, é o amor” 1 Co 13.13


O “Dia do índio” me faz recordar das pinturas no rosto das crianças, dos adereços, das músicas e de outras atividades descontextualizadas realizadas no dia 19 de abril. Neste “Pra Pensar”, vamos buscar responder as perguntas: Como e o que comemorar? Este é um dia que realmente tem sentido para esses povos?

Precisamos conhecer mais sobre a situação dos povos indígenas e ir além de comemorar essa data de forma estereotipada. Nas escolas, as crianças devem ter o direito e o dever de conhecer quem são os indígenas, lembrando que o termo “índio” é questionável, limitando a riqueza e a diversidade desses povos, formados por vários grupos étnicos com culturas, idiomas, regras sociais, valores e mitos diferentes; e isso deve ser respeitado e valorizado.

Comemorar é resgatar na memória a história de um povo que foi colonizado e dizimado. Povo que perdeu suas terras e, ainda hoje, sobrevive às injustas políticas e inúmeras violências. É buscar entender por que o número de indígenas diminui anualmente, quais são as principais dificuldades que enfrentam e pensar em ações que contribuam para a não reprodução dessa História.

1 Coríntios 13.13 destaca a importância do amor, e este é o oposto à violência e ao desrespeito. O amor verdadeiro enxerga o outro e estende a mão para ajudar. Que o amor de Deus nos guie e nos permita enxergar as injustiças e cobrar de nossos governantes políticas mais justas, assim como anunciar um novo tempo.

Elaine Cezar da Silva
Agente de Pastoral
Pastoral Escolar e Universitária - IMS