Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Humildade

Humildade

“Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu”. Romanos 12:3

No dicionário, encontramos a descrição da palavra humildade como a virtude caracterizada pela consciência das próprias limitações; modéstia, simplicidade. Essa definição me leva ao texto de Romanos, pois entendo que o humilde reconhece que sem Deus, nada é. Ao entendermos nossa total dependência Daquele que nos Criou, temos a vida de Cristo em nós, sendo assim, como consequência de nossos atos, temos a propagação dos princípios de Deus refletido em nós.

A palavra de Deus diz que humilde é aquela pessoa que se torna agradável entre as demais, que se renova por meio da Palavra de Deus, vivendo mediante seus princípios e não se contaminando com as imperfeições deste mundo. Logo, é aquele que não se vangloria sobre os outros, mas se coloca na posição de servir, cooperar e se colocar no lugar do outro.

O homem humilde reconhece suas limitações e também suas habilidades sem precisar anunciar sua humildade, pois ele simplesmente é, e por ser, todos à sua volta reconhecem esse princípio.

Como corpo de Cristo, onde estivermos inseridos, seja no trabalho, na família ou em uma roda de amigos, temos um chamado a cumprir, uma missão que não pode ser desenvolvida de qualquer modo, pois se não tiver a essência dos princípios em nós, as palavras se tornam como vento. Por isso, precisamos refletir e buscar a humildade em nós, a vida de Cristo. Que nossas ações falem mais do que nossas palavras e deixem marcas significativas na vida de outros.


Indicação de leitura e reflexão: texto bíblico de Romanos 12:1-21.

 

Suélen da Silveira Ilha

Assessora Pedagógica do Colégio Metodista Centenário