Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Reconhecer-se humilde

Reconhecer-se humilde

 

A humildade não é “se fazer menos, para o outro se sentir melhor”, mas, sim, você reconhecer que nem todos são iguais. Até mesmo aceitar uma opinião diferente é característica dela. Para possuí-la, não é só necessário reconhecer a diferença do outro, mas também saber que, mesmo assim, pode ajudar em alguma situação. Mesmo sendo o melhor, sempre temos a aprender. Ser humilde não é estar aberto para tudo, ouvir de tudo e de todo mundo, mas saber de quem ouvir, para quem perguntar e como lidar após ouvir.

Viver em sociedade dá-nos liberdade restringida, pois limitamo-nos de muitas vontades para continuar construindo o bem-estar social. Como foi colocado na frase de Samuel Johnson: “dois homens não podem passar meia hora juntos sem que um conquiste uma evidente superioridade em relação ao outro”, no entanto, o difícil é não expor essa evidência, pois um dos maiores atos de sabedoria do ser humano é admitir a sua humildade.

O homem pode nascer com essa virtude, pode nascer humilde, como também pode trabalhar para adquiri-la. A humildade só é verdadeira quando temos consciência do que temos, conhecemos nossas forças, nossas fraquezas, limites e buscamos aperfeiçoamento físico, moral e espiritual.

Luan, aluno da turma 301 do Colégio Metodista Centenário