Você está aqui: Página Inicial / Pastoral / NO CENÁCULO / NO CENÁCULO - 12/01/2018 - UMA RESPONSABILIDADE INCRÍVEL.

NO CENÁCULO - 12/01/2018 - UMA RESPONSABILIDADE INCRÍVEL.

Clamou este aflito, e o SENHOR O ouviu e o livrou de todas as suas tribulações. Salmo 34: 6.

 

Leia Salmo 34: 1 – 8.

  

Em março de 2003, eu tive um acidente vascular cerebral grave. Foi um momento especialmente difícil, porque sou canhoto e fiquei com o lado esquerdo do corpo paralisado por um bom tempo. Eu não acredito que os médicos esperavam que eu me recuperasse, mas Deus tinha outro plano. Eu me recuperei, voltei para a faculdade e comecei uma nova carreira.

Após meu derrame, passei por um período em que fiquei obcecado em minha melhora e no desejo de ver meus filhos crescer. Comecei a sentir pena de mim mesmo. Mas, finalmente, eu disse: Senhor, só tu podes tirar meus medos. Vou confiar em ti.

Eu revejo essa experiência muitas vezes. Não tomo mais a vida como algo garantido. Deus nos ama a todos e quer o melhor para nós. Agora, passo tempo com Deus em oração muitas vezes a cada dia. Sinto-me grato pelo privilégio da oração, mas também percebo que ela é uma responsabilidade incrível. Todos nós passamos por situações difíceis na vida, e algumas são piores que outras. Mas o importante é como lidamos com essas situações. Se orarmos com expectativa, nossas dificuldades poderão se transformar em bênçãos, assim como em grandes oportunidades para encorajar e abençoar os outros.

 

Oração: Senhor amado, graças pelo privilégio e pela responsabilidade da oração. Que possamos usar nossas dificuldades como um modo de encorajar outros. Em nome de Jesus. Amém.

 

Pensamento para o dia.

 

Hoje, sou grato pelo privilégio da oração.

 

Oremos por alguém que esteja se recuperando de um derrame. Michael Slaton – Alabama – EUA